Ao todo, o governo do estado deve adquirir 100 unidades do equipamento.
Cada cadeira, segundo o edital, custa o montante de R$ 14,5 mil.

O governo de Mato Grosso deve gastar R$ 1,4 milhão com a compra de cadeiras de rodas motorizadas para serem distribuídas aos deficientes físicos do estado. O edital de licitação, na modalidade de registro de preço para futura aquisição, foi publicado no Diário Oficial do Estado. Ao todo, devem ser compradas 100 cadeiras. Cada uma delas, segundo o edital, custará R$ 14,5 mil.

Segundo o governo, as cadeiras devem ser adquiridas para atender a demanda do Centro de Reabilitação Integral Dom Aquino Corrêa (Cridac), em Cuiabá.

De acordo com o edital, as cadeiras devem ser usadas por adultos e crianças que necessitam do equipamento para a locomoção diária. O recurso usado para adquirir os equipamentos deve ser repassado pelo governo federal e complementado pelo estado.

Essa é a segunda vez que o governo faz licitação para a compra deste tipo de equipamento. Segundo o secretário adjunto de Promoção dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Marcione Mendes de Pinho, outras 100 cadeiras motorizadas foram adquiridas e distribuídas no estado, em 2015.

“As cadeiras têm uma validade de dois anos e precisam ser trocadas. Então, tem uma demanda constante. Além dessas que devem ser trocadas, existe uma nova demanda”, disse.

Além da aquisição das cadeiras de rodas motorizadas, o edital prevê a compra de cadeiras de rodas simples e cadeiras de rodas para banho.

FONTE.