Perguntas frequentes

Por que eu preciso de um equipamento Minilift?

Os altos e baixos das escadas não serão mais uma luta sem solução!

A Minilift possui uma gama especial de elevadores ultra compactos e equipamentos de acessibilidade feitos para transportar passageiros, animais de estimação, idosos, pessoas com excesso de peso, usuários de cadeiras de rodas e pequenas cargas.

O design de seus elevadores foi desenvolvido para atender a demanda por um produto elegante, funcional, seguro e com economia de espaço, com os benefícios de ter um custo muito acessível.

Família e qualidade de vida são coisas inestimáveis. No entanto, o Minilift permite aproveitar essas coisas com o melhor custo benefício do mercado de elevadores.

Nós te levamos mais alto!

Onde posso instalar/utilizar um Minilift?

Embora seu conceito original fosse para uso residencial (casas e apartamentos de cobertura), ele também tem sido amplamente utilizado em todo o mundo em pequenas empresas, indústrias e outras instituições por meio de uso restrito e controlado. No entanto, os limites de seu uso podem variar de acordo com a legislação específica de cada estado ou cidade.

Um Minilift exige muitas obras para sua instalação?

O Minilift não requer a construção de um poço, uma casa de máquinas ou uma torre (eixo) ao redor dele. Sua fixação pode ser feita diretamente a uma parede lisa e estruturada que se estende do chão até o último andar.

Posso instalar um Minilift em um corredor, armário ou a partir de uma garagem?

Sim você pode. Diferente de outros modelos de elevadores domésticos, o Minilift possui um sistema exclusivo que não requer nenhum tipo de coluna para seu suporte, removendo o que normalmente estaria em seu caminho. Portanto, a cabine pode permanecer estacionada no andar superior ou inferior, permitindo o possível movimento de pessoas e objetos no piso oposto.

Isso é possível devido a uma cobertura de aço de proteção que fecha automaticamente a abertura no último andar quando a cabine está no piso térreo, permitindo que as pessoas caminhem sobre essa cobertura.

Devido às suas dimensões ultra-reduzidas, ele também pode ser instalado nos lugares mais surpreendentes e incomuns, seja no canto de uma sala, a partir de uma garagem, chegando dentro de um armário, ou mesmo em um corredor.

Um Minilift requer uma manutenção intensiva?

O Minilift requer pouca manutenção (mas é sempre necessário para qualquer elevador) e não requer procedimentos especiais para seu reparo ou conservação. Pode ser atendido por qualquer empresa ou eletricista especializado disponível na região. Sendo um elevador globalmente comercializado, ele usa peças padrão que podem ser adquiridas em qualquer estado.

Quanto tempo dura a garantia do produto?
  1. É dada uma Garantia de 03 (três) meses para os itens que apresentem falha de fabricação, a contar da data de liberação dos materiais da fábrica, com o compromisso repará-los nas oficinas da CONTRATANTE ou fornecer novos itens em substituição, a seu critério e somente durante este prazo.
  2. É dada uma Garantia adicional de 03 (três) meses, totalizando 06 (seis) meses, somente para os itens de maior vulto que apresentem falha de fabricação, a contar da data de liberação dos materiais da fábrica, com o compromisso repará-los nas oficinas da CONTRATANTE ou fornecer novos itens em substituição, a seu critério e somente durante este prazo. Esta garantia adicional somente será válida para os casos aonde a CONTRATANTE comprove formalmente à CONTRATADA, em até 03 (três) dias úteis da data de finalização da instalação, quanto a contratação em regime continuado de empresa de assistência técnica especializada e habilitada para este fim, devendo a referida empresa se declarar ciente de suas obrigações contratuais em realizar as desmontagens e remontagens dos itens fornecidos ou reparados em garantia.
  3. É dada uma Garantia adicional de 09 (nove) meses, totalizando 12 (doze) meses, somente para os itens de maior vulto que apresentem falha de fabricação, a contar da data de liberação dos materiais da fábrica, com o compromisso repará-los nas oficinas da CONTRATANTE ou fornecer novos itens em substituição, a seu critério e somente durante este prazo, valendo está garantia adicional somente para os casos aonde o CONTRANTANTE contrate a Kohl – Minilift em regime continuado para a realização dos serviços de assistência técnica continuada desde a data de finalização da instalação.
  4. São considerados itens de maior vulto, a saber: moto-redutor de tração, cabos de aço, sistema de freio de segurança, tampa do alçapão, safety-pan (chapa anti-esmagamento inferior), trilhos, roletes, rolamentos, bracktes dos trilhos, rampas, e elementos estruturais em geral.
Qual é o espaço normalmente necessário para sua instalação?

A Minilift é, sem sombra de dúvida, a linha de elevadores mais compacta do mercado. O modelo Minilift Unno, para um passageiro, ocupa apenas 0,49 m²! O Minilift Unno HC (para cadeirantes) ocupa apenas 1,0 m².

Quais são as obras necessárias para a sua instalação?

Ao contrário dos elevadores convencionais e dos elevadores domésticos, o Minilift fundamentalmente exige apenas uma abertura no piso superior (por onde o elevador passará), um ponto de energia elétrica e uma parede suficientemente estruturada onde os trilhos serão fixados.

Normalmente, um pedreiro pode realizar esses trabalhos em alguns dias.

Como um Minilift é alimentado?

A fonte de alimentação padrão do Minilift é trifásica 220 VCA x 60Hz x 1,5 hp (1.100 W). No entanto, ele pode ser opcionalmente conectado a uma tomada monofásica de 127 VCA ou 220 VCA (usando um autotransformador).

O Minilift é seguro?

Claro que é! Toda a linha Minilift está equipada com sensores e dispositivos de segurança importantes:

– A cabine tem suas laterais fechadas para evitar que qualquer passageiro ou objeto ultrapasse seus limites durante a viagem.

– A porta dianteira possui uma trava elétrica de segurança especial, que possui dois pressostatos independentes para confirmar se a porta está completamente fechada e travada. Além disso, a fechadura da porta não pode ser aberta fora da zona de nivelamento.

– Um painel sensível à pressão abaixo da cabine (safety-pan) interrompe a locomoção em caso de obstrução ao movimento de descida. Este é um recurso muito importante para evitar acidentes e cumprir os requisitos das normas internacionais.

– Um freio de segurança de reserva, por garras mecânicas de aço temperado, é instantaneamente ativado no caso muito improvável de uma quebra ou afrouxamento do cabo de aço.

– O movimento só é possível por uma ação permanente (pressão constante) do botão da cabine.

– O painel de controle possui disjuntores especiais, fusíveis e todos os dispositivos usados ​​na seção 127 / 220 VCA são certificados pela UL.

– Um detector de curto-circuito para o terra evita o contato acidental entre estruturas metálicas e peças elétricas de segurança que podem causar mau funcionamento do sistema.

– Botão de emergência no painel da cabine.

– E, claro, os interruptores desaceleram e param a cabine na parte superior e inferior, independentemente de o operador permanecer pressionando os botões de pressão da cabine.

Quanto tempo leva para instalar este equipamento?

Todas as cabines Minilift, bem como o sistema de tração, são enviadas para o local de instalação totalmente montadas e pré-testadas. Assim, se o contratado executou corretamente o local de instalação, geralmente todo o equipamento é instalado em cerca de 8 horas.

O que acontece em falta de energia ou em falha elétrica?

O Minilift pode ser fornecido opcionalmente com um inversor senoidal especial que é capaz de nivelar a cabine até o piso inferior ou mesmo fornecer a energia necessária para algumas viagens adicionais (subida e descida).

Independentemente, para todos os modelos, o motor tem uma polia suplementar e alavanca de abertura do freio para o nivelamento manual de emergência da cabine.

O Minilift é silencioso?

Sim, é muito tranquilo. As máquinas de tração Minilift são equipadas com uma das mais confiáveis e precisas caixas de câmbio produzidas pela International Germany Company, a SEW, que também possui fábricas no Brasil.

Posso eventualmente revender ou transportar meu Minilift para outro local?

Os elevadores Minilift mantêm suas características de portabilidade mesmo após a instalação. Em outras palavras, pode ser completamente desmontado em menos de uma hora e transportado para outro local ou residência.

No entanto, é importante ter em mente que a experiência mostrou que as residências com o Minilift instalado são altamente valorizadas.

O Minilift é realmente a melhor opção?

Absolutamente! Compare e pense nas alternativas disponíveis:

– Os elevadores convencionais, mesmo os modelos de elevadores residenciais, ocupam uma enorme quantidade de espaço e são bastante caros, principalmente considerando os elevadores residenciais que não são destinados ao uso intensivo, são desperdiçados, não faz sentido pagar mais por eles. Além disso, os custos de trabalho de construção associados exigidos para a sua instalação (torre, poço, fornecimento de energia e casa de máquinas) são muito mais caros do que o custo do elevador (geralmente indo de R$64.000,00 a R$85.000,00)!

– Plataformas abertas, mesmo quando viajam dentro de uma torre, não são tão seguras quanto as do Minilift, produzem um nível significativo de ruído, são muito pesadas (podem sobrecarregar o chão da casa), ocupam grandes espaços, exigem manutenção mais cara e não podem ser movidos para outro ambiente, uma vez que são produzidos especificamente para a altura do local de instalação original.

– Cadeiras e plataformas para escadas não podem transportar animais de estimação, cargas ou cadeiras de rodas com segurança. Eles são muito lentos, interferem significativamente com o espaço da casa e o caminho da escada, são muito caros para escadas não retas, têm baixa capacidade de carga e são completamente inadequados para passageiros com sobrepeso.
As cadeiras e plataformas de escadas também têm um procedimento de uso excessivamente burocrático, obrigando os passageiros a colocar cintos de segurança, fazer curvas no assento, braços para cima e para baixo da cadeira e barreiras. Finalmente, muitas vezes, é difícil (e mesmo perigoso) para um idoso tomar o assento sozinho, principalmente no topo da escada.

– Os elevadores residenciais alternativos geralmente precisam de colunas ou torres que dificilmente interfiram com os caminhos e espaços da casa. Além disso, alguns modelos são equipados com drivers autônomos de cabine que necessitam de muita manutenção e as operações de emergência em caso de falha elétrica interna (lembre-se que todos os dispositivos eletromecânicos podem falhar) se tornam mais difíceis.

– Finalmente, os elevadores redondos têm uma relação fraca entre a capacidade e a área ocupada, o que é crítico no uso de cadeiras de rodas.